CEPID 2013-2024

 
Pesquisador Responsável: Fernando de Queiroz Cunha

Coordenadora de Educação e Difusão do Conhecimento: Rita de Cassia Aleixo Tostes Passaglia

Coordenador de Transferência de Tecnologia: João Santana da Silva

INSTITUIÇÃO SEDE:
Universidade de São Paulo (USP) 
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Departamento de Farmacologia
Av. Bandeirantes, 3900
14049-900 - Ribeirão Preto, SP - Brasil
55 16 3315-3324

Folheto do Centro (pdf):

Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias

Identificado novo tipo de célula que torna os sobreviventes da sepse mais propensos a infecções

Muitos pacientes apresentam uma queda significativa na imunidade que perdura por anos após a alta hospitalar. Em artigo divulgado na revista Immunity, pesquisadores do CRID revelam por que isso acontece

Coordenador do Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias recebe a medalha Armando Salles de Oliveira

Fernando de Queiroz Cunha, professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP, foi condecorado por estudos que ajudam a entender os impactos da resposta imune induzida no organismo pelo novo coronavírus

Mecanismo celular que torna leishmaniose mais grave é desvendado

Estudo conduzido no CRID mostra que um vírus chamado LRV, que vive dentro do protozoário causador da doença, impede as células humanas de acionar seus sistemas de defesa. Descoberta aponta caminhos para novas abordagens terapêuticas

Estudo brasileiro é destaque em coleção especial de artigos do Journal of Experimental Medicine

Trabalho desenvolvido no CRID mostrou que um mecanismo imunológico conhecido como armadilha extracelular neutrofílica está envolvido na resposta inflamatória exacerbada da COVID-19, abrindo caminho para novas abordagens terapêuticas

SARS-CoV-2 inibe remoção de células mortas pelo sistema imune, favorecendo dano pulmonar

Estudo com participação do CRID descobriu que, ao internalizar uma célula infectada pelo novo coronavírus, os macrófagos passam a produzir quantidades excessivas de moléculas pró-inflamatórias e têm sua capacidade de reconhecer e fagocitar outras células mortas reduzida em até 12 vezes

Descoberto mecanismo inflamatório responsável pela erosão óssea na artrite reumatoide

Em investigação sobre os efeitos do cigarro no agravamento da artrite reumatoide, pesquisadores do CRID identificaram nova via no processo inflamatório da doença que está relacionada ao dano ósseo

Estudo desvenda mecanismo imune que desencadeia a tempestade de citocinas típica da COVID-19

Em células de defesa de pacientes internados com a doença, pesquisadores do CRID encontraram sinais da ativação de um complexo proteico conhecido como inflamassoma, responsável por iniciar a resposta inflamatória que pode lesionar órgãos e levar à morte. Achados podem ajudar a encontrar drogas...

Refluxo gastroesofágico pode aumentar o risco de morte por COVID-19

Em estudo com participação do CRID, análises sugerem que alterações de pH causadas pelo ácido estomacal induzem maior expressão do gene ACE2 e tornam as células mais suscetíveis à infecção pelo novo coronavírus