CEPID 2013-2024


Sobre o Instituto de Pesquisa sobre Neurociências e Neurotecnologia (BRAINN)

SITE: www.brainn.org.br


Pesquisador Responsável:
Fernando Cendes

Coordenador de Educação e Difusão do Conhecimento: Li Li Min

Coordenador de Transferência de Tecnologia: Roberto José Maria Covolan

INSTITUIÇÃO SEDE
Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)
Faculdade de Ciência Médica
Laboratório de Neuroimagem
Rua Vital Brasil, 251 2º andar
13083-888 - Campinas, SP - Brasil
55 19 3521 8242
fcendes@unicamp.br

INSTITUIÇÕES ASSOCIADAS
Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI)
Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS), França
Universidade College London (UCL), Reino Unido
Universidade de Erlangen, Alemanha
Universidade de Montreal, Canadá
Universidade de Phillips, Alemanha
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)
Universidade Federal do ABC (UFABC)

PESQUISADORES

Veja na Biblioteca Virtual da FAPESP os projetos de pesquisa desse Centro

Folheto do Centro (pdf):

Instituto de Pesquisa sobre Neurociências e Neurotecnologia

7º BRAINN Congress

O Instituto Brasileiro de Neurociência e Neurotecnologia realizará a sétima edição do congresso entre os dias 30 de março e 1º de abril de 2020, em Campinas (SP). Inscrições no site do evento até 22 de março

Bolsas de PD em Neurociências

CEPID BRAINN abre duas vagas em projeto que envolve técnicas de neuroimagem e novas abordagens de aprendizado de máquina para aperfeiçoar diagnóstico, prognóstico e tratamento da epilepsia

Pesquisadores do BRAINN recebem prêmio internacional

Três cientistas vinculados ao CEPID apoiado pela FAPESP foram agraciados com o International Scholarship Award, nos Estados Unidos

Dispositivos ajudam a prever convulsões e a tratar pacientes com epilepsia

Ainda em fase em testes, aparelhos implantáveis desenvolvidos na Austrália podem melhorar a qualidade de vida de portadores da doença. Novidades foram apresentadas no 6º Congresso do BRAINN, na Unicamp

Parceria internacional permite avanços na pesquisa de doenças debilitantes

Estudos realizados no BRAINN, e integrados a consórcios internacionais, conseguem identificar melhores tratamentos para doenças como epilepsia, acidente cerebral vascular e esclerose lateral amiotrófica

Malformação associada à epilepsia grave tem mecanismo desvendado

Estudo feito na Unicamp sugere que a desregulação no gene NEUROG2 estaria relacionada ao surgimento de displasia cortical focal, uma das causas mais comuns de epilepsia refratária a medicamentos

Técnica de neuroimagem ajuda a entender efeitos da epilepsia no cérebro

Estudo multicêntrico com participação do CEPID BRAINN avaliou o cérebro de mais de 3,8 mil voluntários em busca de alterações anatômicas específicas de cada subtipo da doença

Em busca do diagnóstico precoce para ELA

Pesquisadores tentam identificar marcadores genéticos para a esclerose lateral amiotrófica e verificam importância de uma análise mais cuidadosa da medula espinhal